logo wagner advogados
Há mais de 30 anos defendendo exclusivamente os trabalhadores | OAB/RS 1419
Presente em 12 estados.

UM BRASIL MENOS REBELDE

Home / Informativos / Leis e Notícias /

31 de maio, 2002 por Poliana Nunes

O final de maio trouxe duas tristes notícias: faleceram os sempre ativos companheiros de luta, João Amazonas e Mário Lago.João Amazonas, 90 anos, era o mais antigo dirigente comunista brasileiro em atividade. Presidente de honra do PC do B, filiou-se ao partido comunista em 1936, tendo sido deputado constituinte em 1946 e membro da guerrilha do Araguaia (68-72).Após 67 anos de militância, João Amazonas morreu em São Paulo, no dia 27 de maio. As cinzas de seu corpo, atendendo pedido feito em vida, deverão ser jogadas sobre a região do Araguaia.Já no dia 30 de maio, no Rio de Janeiro, foi a vez de lamentar a perda de um dos mais ilustres artistas brasileiros, Mário Lago, 90 anos, ator, compositor, poeta, escritor e militante político.Lago, como poucos, conseguiu marcar seu nome na história como membro atuante dos movimentos de esquerda, sendo, segundo ele próprio, o “recordista nacional de prisões no DOPS”, e, ao mesmo tempo, como marca registrada da velha boemia carioca.Autor de clássicos da MP como “Aí, que saudades da Amélia”, “Nada Além”, “Aurora”, Lago também é referência única no teatro e na televisão brasileira.Perde-se dois eternos jovens que marcaram o século XX com uma rebeldia que já deixa saudades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

App - Wagner Advogados