logo wagner advogados
Há mais de 30 anos defendendo exclusivamente os trabalhadores | OAB/RS 1419
Presente em 15 estados.

Valor Econômico: Dilma indicará Adams, da AGU, para o Supremo

Home / Informativos / Leis e Notícias /

13 de setembro, 2012 por Poliana Nunes

A presidente Dilma Rousseff já decidiu indicar o advogado-geral da União, Luiz Inácio Adams, para o Supremo Tribunal Federal (STF), provavelmente no lugar do ministro Ayres Britto, atual presidente da Corte, que se aposenta em novembro. Aos 45 anos, Luiz Inácio Adams é uma estrela em ascensão no Planalto. É gaúcho de Porto Alegre. Nos últimos dias, seus pareceres orientaram diversas decisões de governo, como aquelas tomadas em relação à greve dos servidores públicos e ao pacote de redução das tarifas de energia. Dilma admira seu trabalho.Ontem, o advogado-geral comentou a Lei Orgânica da AGU e falou sobre a repercussão negativa das medidas na área de energia. Adams disse que não faz sentido "em absoluto" a forte queda generalizada dos papéis de empresas de infraestrutura por temor de intervenções do governo em outros segmentos, após o anúncio, ontem, do pacote de redução do custo de energia."Onde está a intervenção? A regulação que o governo impôs é somente para quem quer manter a administração, mas as empresas podem dizer não e aí o governo abre outra licitação", disse Adams ao Valor. "O governo não está intervindo em contrato antigo. Está impondo uma condição para um contrato novo", afirmou. Adams participa da elaboração de todos os pacotes anunciados pela presidente Dilma.Ele também rebateu críticas de que o projeto que altera a Lei Orgânica da AGU representa um aparelhamento e politização do órgão: "A ideia que se apresentou como uma abertura ao aparelhamento é superficial, equivocada e mentirosa."Dilma poderia esperar até janeiro para indicar Adams, mas não está absolutamente convencida de que o ministro Celso de Mello vá antecipar seu pedido de aposentadoria, conforme tem se especulado. Como quer Adams no Supremo, a presidente pretende aproveitar já a vaga a ser aberta em novembro.O desejo da presidente também estaria por trás do fato de ela ter indicado logo o nome do ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Teori Zavascki, para a vaga aberta com a aposentadoria do ex-ministro Cezar Peluso, no dia 3. As indicações anteriores de Dilma para o Supremo todas demoraram. A ministra Rosa Weber, por exemplo, esperou quatro meses pela indicação.Na realidade, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva havia pedido a Dilma a indicação de Adams já para o lugar de Peluso. A presidente achou melhor indicar Teori Zavascki primeiro – é um ministro, de fato, de perfil conservador e admirado por seu preparo técnico.Fonte: Valor Econômico – 13/09/2012

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

App - Wagner Advogados