logo wagner advogados
Há mais de 30 anos defendendo exclusivamente os trabalhadores | OAB/RS 1419
Presente em 15 estados.

Câmara: Projeto que reajusta salários do Judiciário tem novo relator

Home / Informativos / Leis e Notícias /

13 de junho, 2012 por Poliana Nunes

O deputado João Dado (PDT-SP) foi designado, nesta terça-feira (12), relator do Projeto de Lei 6613/09, que reajusta a remuneração dos servidores do Poder Judiciário. O relator anterior é suplente e teve de deixar a vaga com a posse do titular. João Dado foi escolhido pelo presidente da comissão, deputado Antônio Andrade (PMDB-MG), por já conhecer o assunto. Andrade quer evitar que a tramitação da proposta sofra mais atrasos. Ela está no colegiado desde junho de 2010.De acordo com o projeto, o vencimento básico do analista judiciário no início de carreira será de R$ 6.855,73 e, no final de carreira, de R$ 10.883,07. A esse valor é acrescida a Gratificação Judiciária (GAJ), que corresponde a 50% do vencimento básico do servidor, além de vantagens pecuniárias. Somadas as gratificações, a remuneração inicial do analista judiciário passará dos atuais R$ 6 mil para cerca de R$ 10 mil. A remuneração do mesmo cargo em final de carreira vai de R$ 10 mil para cerca de R$ 16 mil.O novo relator disse que tem condições de apresentar o parecer em pouco tempo. Mas afirmou que vai redigir um novo texto, em substituição ao que foi apresentado pelo relator anterior, o agora ex-deputado Policarpo (PT-DF). O primeiro parecer havia sugerido a concessão do reajuste em quatro parcelas, entre janeiro de 2013 e julho de 2014.O governo tem sido o principal obstáculo para a aprovação da proposta na Comissão de Finanças, sob a alegação de que ela tem um impacto considerável sobre o gasto da União com pessoal. A base aliada de não tem dado quórum às reuniões na tentativa de evitar que o PL 6613 seja apreciado.Íntegra da proposta: PL-6613/2009Fonte: Agência Câmara

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

App - Wagner Advogados