logo wagner advogados
Há mais de 30 anos defendendo exclusivamente os trabalhadores | OAB/RS 1419
Presente em 15 estados.

Servidores da FUB receberão adicional de insalubridade

Home / Informativos / Wagner Destaques /

13 de junho, 2016 por Poliana Nunes

Para o TRF1, as atividades exercidas por alguns servidores são insalubres em grau máximo.

 

Servidores da Fundação Universidade de Brasília (FUB) receberão o adicional de insalubridade em 20%, o grau máximo. A decisão foi proferida pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região, após ação ingressada pelos servidores, contra a FUB.

 

Os servidores desempenham suas atividades na Unidade Radiológica do Hospital Universitário de Brasília (HUB) e, atualmente, recebem o adicional em grau médio (10%). No entanto, no exercício de suas funções, os servidores mantêm contato direto com portadores de doenças infectocontagiosas, tais como Aids, hepatite, tuberculose, dentre outras.

 

Além da exposição a doenças, os servidores ficam submetidos a riscos ergonômicos, diante da exigência de posturas inadequadas na rotina de trabalho. Por esses motivos, lhes é devido o adicional de insalubridade em grau máximo.

 

Após ação dos servidores, representados por Wagner Advogados Associados, o TRF1 julgou o caso e proferiu a sentença com base na Lei 8.270/91. Para o relator responsável, a norma assegura aos servidores o adicional de insalubridade e periculosidade, no grau máximo. “Se os apelados tem contato direto e permanente com tais pacientes, bem como expostos a radiações ionizantes, não resta dúvida que as atividades são consideradas insalubres em grau máximo”, disse o relator.

 

No caso ainda cabe recurso.

 

Fonte: Wagner Advogados Associados.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

App - Wagner Advogados