logo wagner advogados
Há mais de 30 anos defendendo exclusivamente os trabalhadores | OAB/RS 1419
Presente em 16 estados.

Servidor público. Licença-prêmio não gozada. Conversão em pecúnia.

Home / Informativos / Jurídico /

28 de outubro, 2019 por Luiz Antonio

Servidor público. Licença-prêmio não gozada e não computada em dobro para fins de aposentadoria. Conversão em pecúnia. Possibilidade.
A ausência de dispositivo expresso sobre a licença-prêmio não gozada e não computada em dobro para fins de aposentadoria não retira do servidor a possibilidade de sua conversão em pecúnia, sob pena de enriquecimento sem causa da Administração Pública, conforme entendimento do STJ. A conversão é possível desde que o beneficiário não esteja no exercício de suas atividades funcionais. Unânime. TRF 1ªR, 1ªT., ApReeNec 1011019-71.2017.4.01.3800 – PJe, rel. des. federal Gilda Sigmaringa Seixas, em 02/10/2019. Boletim Informativo de Jurisprudência nº 497.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

App - Wagner Advogados