logo wagner advogados
Há mais de 30 anos defendendo exclusivamente os trabalhadores | OAB/RS 1419
Presente em 13 estados.

SENADOR PAIM PROPÕE SUSPENSÃO DE VOTAÇÕES ATÉ APROVAÇÃO DA PEC PARALELA PELA CÂMARA

Home / Informativos / Leis e Notícias /

02 de julho, 2004 por Poliana Nunes

Cansado de esperar a votação na Câmara de Deputados da PEC Paralela da Previdência, a qual está engavetada há meses, o Senador Paulo Paim (PT/RS) tomou uma atitude inusitada: propôs que o Senado suspenda qualquer votação até que a inexplicável inércia tenha fim.Segundo o Senador, ?há seis meses o Congresso foi convocado no recesso de início de ano para votar a emenda paralela. Uma parte dos senadores só aprovou pouco antes a reforma previdenciária por causa da promessa do governo de aprovar a paralela. As relações entre o governo e as duas casas do Congresso não podem se pautar por promessas não cumpridas. Por que a Câmara engaveta a emenda paralela??.A PEC Paralela traz temas fundamentais para o funcionalismo, como: garantia de que os aposentados no serviço público desde janeiro (ou que se tornaram pensionistas de ex-servidores) tenham garantia de reajustes iguais aos ativos (paridade) e isenção da taxação previdenciária para aposentados e pensionistas com doenças incapacitantes.A expectativa é que o protesto do Senador Paim faça a Câmara, principalmente a denominada ?base governista?, se envergonhar pela proposital inércia e cumpra o acordo assumido no Senado.Fonte: Senado Federal, 02.07.2004

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

App - Wagner Advogados