logo wagner advogados
Há mais de 30 anos defendendo exclusivamente os trabalhadores | OAB/RS 1419
Presente em 13 estados.

Reunião com o Ministério do Planejamento não avança nas pautas especificas

Home / Informativos / Leis e Notícias /

30 de julho, 2015 por Poliana Nunes

Em reunião realizada na noite desta quarta-feira, 29 de julho, na SRT/MPOG, o Sinagências, Fenasps, CNTSS, Condsef e CUT debateram com o Secretário de Relações do Trabalho, Sérgio Mendonça, a Secretária Adjunta Edina Lima e o Coordenador Geral de negociação José Borges, a posição do Governo acerca do processo de negociação 2015.

O Secretário surpreendeu os sindicalistas ao apontar apenas a proposta linear de 21,3% para as Agencias Reguladoras e DNPM, sem apresentar algum conteúdo das pautas especificas de carreira: subsídio,  paridade com o ciclo, correção das distorções internas, correlação do NI x NS e requisito de ingresso para os cargos de técnicos.

Sérgio acresceu apenas, como novidade, o entendimento já posto também na Mesa Geral do Fórum das Entidades, que o governo fará alteração na regra de aposentadoria de todos os servidores federais, para incorporar na aposentadoria a média dos últimos 60 meses da gratificação. Atualmente, para a maioria dos cargos, incorpora-se apenas 50% da gratificação.

Após amplo debate, o Secretário fechou um entendimento com os sindicalistas de reavaliar a posição do governo, no que tange aos pontos específicos das Agencias e do DNPM, deixando uma pré-agenda para o final da próxima semana, para a continuidade das negociações.

Diante dos fatos, a Diretoria do Sinagências vai intensificar as articulações políticas com setores do governo, das Agências e no Congresso Nacional, bem como, avaliação com as demais entidades sindicais dos setores estratégicos para a construção conjunta de movimentos em fortalecimento das nossas reivindicações.

Fonte: Sinagências
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

App - Wagner Advogados