logo wagner advogados
Há mais de 30 anos defendendo exclusivamente os trabalhadores | OAB/RS 1419
Presente em 13 estados.

Primeiro ACT da Ebserh garante 6,15% de reajuste retroativo a março deste ano e estipula data base para mais de 8 mil trabalhadores

Home / Informativos / Leis e Notícias /

23 de outubro, 2014 por Poliana Nunes

A Condsef e a Ebserh firmaram o primeiro Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) em audiência de conciliação do Dissídio Coletivo de Greve ocorrida no Tribunal Superior do Trabalho (TST), nesta terça-feira, 21, em Brasília. O acordo (veja aqui) foi homologado pela ministra do TST, Kátia Magalhães Arruda, relatora do processo de Dissídio Coletivo de Greve da Ebserh. Entre outras conquistas, o ACT garante reajuste de 6,15% na tabela salarial e nos benefícios dos mais de 8 mil trabalhadores da Ebserh lotados em cerca de 18 estados brasileiros. Os valores são retroativos a março deste ano. O ACT também estipula data base para a categoria a partir de 1º de março de 2014. Para a Condsef a assinatura deste primeiro ACT foi importante, o próximo passo é continuar avançando e organizando a categoria para defender o próximo ACT 2015/2016.

 

A Condsef orienta suas filiadas a agendar assembleias para dar informações sobre o atual ACT e discutir a proposta de pauta do ACT 2015/2016 que deve ser apresentado à direção da Ebserh até o próximo dia 1º de janeiro. O objetivo é intensificar o processo de filiação da categoria em todos os estados com o intuito de fortalecer os avanços dos trabalhadores nos próximos ACT´s. A Condsef espera realizar uma grande plenária nacional da categoria em dezembro para aprovar o ACT que será defendido e entrará em vigor a partir do dia 1º de março do próximo ano.

 

Ainda no ACT deste ano foi assegurada a compensação dos dias parados de uma greve legítimas da categoria sem o desconto salarial. O ACT também garantiu também, entre outras coisas, a regulamentação de licença para acompanhamento de familiar enfermo; a ampliação de plantões diurnos aos sábados, domingos e feriados no regime de 12hx36h; além da criação de grupos de trabalho paritários em até 60 dias que devem definir critérios sobre jornada de trabalho, progressão, benefícios e licenças para fins de capacitação.

 

A Condsef e suas filiadas vão continuar dando todo apoio aos trabalhadores da Ebserh. A categoria deve continuar atenta e acompanhando as movimentações de assembleia em seus estados para continuar construindo a unidade e assegurando avanços nas negociações dos próximos ACT´s.

 

Fonte: CONDSEF

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

App - Wagner Advogados