logo wagner advogados
Há mais de 30 anos defendendo exclusivamente os trabalhadores | OAB/RS 1419
Presente em 15 estados.

O ESTADO DE S. PAULO: LULA PROPÕE A MILITARES 16% DE REAJUSTE NESTE ANO

Home / Informativos / Leis e Notícias /

26 de março, 2008 por Poliana Nunes

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva determinou ao ministro Paulo Bernardo (Planejamento) que apresente ao seu colega Nelson Jobim (Defesa) uma contraproposta para o reajuste dos militares. A idéia é conceder 16% de aumento este ano, mais a inflação futura, escalonada até 2010, que daria algo em torno de 14%, a serem pagos em duas parcelas, nos próximos dois anos.

Os militares pedem reajustes escalonados em até duas vezes, que iriam de 27,62% para patentes mais altas a 37,04% para postos inferiores. Eles já tinham indicado que consideram muito baixa a proposta do governo. Apenas um ponto está fechado: o governo vai reajustar de R$ 207 para R$ 415 o soldo dos 80 mil recrutas.

Na reunião com Bernardo, o presidente discutiu o reajuste de 750 mil servidores civis. Muito irritado com as categorias consideradas bem remuneradas que estão em greve, como advogados da União e fiscais da Receita, Lula pensa em excluí-las do reajuste para os servidores.

Ele repetiu ontem que considera “uma aberração” um trabalhador em greve não ter os dias parados descontados. “Salário só pode ser pago a quem trabalha.”

Lula disse ao presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), que queria enviar ao Congresso um projeto de lei com o reajuste dos servidores civis. Mas Chinaglia sugeriu a edição de MP, para que a questão não se arraste. A justificativa é que o aumento tem de entrar em vigor logo, por causa das eleições. O aumento dos militares também seria por MP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

App - Wagner Advogados