logo wagner advogados
Há mais de 30 anos defendendo exclusivamente os trabalhadores | OAB/RS 1419
Presente em 15 estados.

JORNAL DE BRASÍLIA: REAJUSTE DE MILITAR GARANTIDO

Home / Informativos / Leis e Notícias /

03 de fevereiro, 2009 por Poliana Nunes

O anúncio sobre a possibilidade de adiamento dos reajustes dos servidores públicos previstos para este ano tirou o sono do ministro da Defesa, Nelson Jobim. Porém, foi por poucas noites. Ele já tem agarantia de que ficarão fora dos cortes os reajuste dos soldos das Forças Armadas—entre 8% e 11,06% a serem incorporados em julhoe pagos nos vencimentos que saem em 3 de agosto. Jobim, agora,pode respirar aliviado, depois de o governo anunciar, na semanapassada, que vai cortar de modo provisório R$ 37,2 bilhões do Orçamento deste ano, sendo R$ 5,6 bilhões dos R$ 11,1 bilhõesprevistos para o Ministério da Defesa. Ou seja, caberá aos quartéis oaperto “provisório” de 15,05% do corte total de R$ 37,2 bilhões. A leitura inicial foi que, nos quartéis, a notícia não seria entendida comoameaça ao reajuste do meio do ano. Tratou-se de um erro de avaliação, corrigido no fim da semana, com ação de bastidor doscomandos. Está claro para a área civil do governo que o reajuste militar programado não está no rol das despesas que podem ser contingenciadas em função da características próprias da carreira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

App - Wagner Advogados