logo wagner advogados
Há mais de 30 anos defendendo exclusivamente os trabalhadores | OAB/RS 1419
Presente em 13 estados.

Freio para os salários

Home / Informativos / Leis e Notícias /

11 de setembro, 2015 por Poliana Nunes

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, tentou desconversar sobre um possível congelamento dos salários do funcionalismo como forma de conter despesas da União. No entanto, ele não descartou totalmente a ideia entre as propostas que devem ser apresentadas pelo governo até o fim do mês.

"O congelamento é uma palavra forte. Por enquanto, não pretendo nada. Estamos estudando", afirmou ele, ontem, durante entrevista coletiva na qual era esperado que ele anunciasse corte nas despesas.

Levy reuniu-se com a presidente Dilma Rousseff pela manhã no Palácio do Planalto, um dia após o rebaixamento do país pela agência de classificação de risco Standard & Poor"s (S&P). Também participaram da conversa os ministros Nelson Barbosa (Planejamento) e Aloizio Mercadante (Casa Civil).

Deficit

Uma razão para a decisão da S&P foi o governo ter enviado Orçamento de 2016 com previsão de deficit. Uma proposta de consultores legislativos para a redução de despesas obrigatórias, em análise pelo relator do Orçamento, o deputado Ricardo Barros (PP-PR), é exatamente a suspensão do reajuste dos servidores.

De acordo com o ministro, esse tema está sendo analisado pelo Ministério do Planejamento. Ele sugeriu que os eventuais reajustes dos se

Fonte: Correio Braziliense
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

App - Wagner Advogados