logo wagner advogados
Há mais de 30 anos defendendo exclusivamente os trabalhadores | OAB/RS 1419
Presente em 15 estados.

CJF altera resolução que trata da concessão de auxílio-moradia a servidores

Home / Informativos / Leis e Notícias /

06 de maio, 2016 por Poliana Nunes

O Conselho da Justiça Federa (CJF) revogou o art. 69 da Resolução 4, de março de 2008, que trata especificamente do limite de tempo para a concessão do auxílio-moradia a servidores do Conselho e a Justiça Federal de primeiro e segundo graus. A decisão foi tomada durante a sessão plenária de terça-feira (3), em Brasília.

O texto suprimido da resolução enunciava que “o auxílio-moradia não será concedido por prazo superior a oito anos dentro de cada período de doze, ainda que o servidor mude de cargo ou e município de exercício do cargo”.

A proposta de revogação partiu da Secretaria de Gestão de Pessoas do CJF, que se baseou em outras revogações, como a tomada após a edição da Medida Provisória n. 632, que cancelou o art. 60-C da Lei 8.112/90, o qual também regulamentava o prazo para a concessão de auxílio-moradia dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas.  

O presidente do CJF e do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Francisco Falcão, justificou em seu voto que a revogação expressa do art. 69 seria necessária por causa da ausência de normativo legal que fundamente a restrição temporária na concessão do auxílio-moradia.  “Destaque-se, ainda, que a MP 632, não foi convertida em lei tempestivamente, tendo perdido sua eficácia desde sua edição, nos termos do art. 62, § 3º, da Constituição”, apontou o ministro.

Processo relacionado: CJF-PPN-2015/00048

Fonte: CJF
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

App - Wagner Advogados