logo wagner advogados
Há mais de 30 anos defendendo exclusivamente os trabalhadores | OAB/RS 1419
Presente em 13 estados.

CDE aponta ressalvas em proposta do governo e tema será analisado na plenária nacional

Home / Informativos / Leis e Notícias /

10 de setembro, 2015 por Poliana Nunes

O Conselho Deliberativo de Entidades (CDE) da Condsef se reuniu nesta quarta-feira para debater a proposta do governo que envolve índice de 10,8% num prazo de dois anos (2016-2017). Representantes de 19 estados e o Distrito Federal participaram do CDE que apontou algumas ressalvas à proposta do governo e que serão levadas para debate na plenária nacional da maioria dos servidores do Executivo que acontece nesta quinta, 10, na sede do Sindsep-DF, em Brasília. Entre as ressalvas, os servidores apontam tentativa de antecipar o início da mudança de regras na pontuação da gratificação para fins de aposentadoria para 2016 e não 2017 como propõe o governo. A categoria também quer tentar garantir uma cláusula revisional para discutir percentual de inflação caso ele ultrapasse as previsões do governo.

No CDE apenas dois estados rejeitaram totalmente a proposta, os demais concordaram em buscar um acordo considerando as ressalvas feitas. As discussões de hoje serão levadas para a plenária nacional que dará o aval definitivo e ditará os rumos dessa reta decisiva do processo de negociações com o governo. A Condsef também vai continuar buscando reuniões específicas dos setores de sua base. Durante o CDE servidores do Instituto Evandro Chagas sinalizaram que devem rejeitar integralmente a proposta do governo. Servidores do Incra, MDA e Cultura ainda estão em debate. Assembleias nacionais dessas categorias devem ocorrer para promover debate e definir o que pretende a maioria diante do cenário apresentado.

Fórum busca conversa no Planejamento – A Condsef também participou nesta quarta de uma reunião ampliada do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasef). As mais de 20 entidades que representam o conjunto dos federais das Três Esferas avaliam que a unidade da categoria foi fundamental para tirar o governo da inércia da proposta cristalizada em quatro anos. Hoje, representantes do fórum foram até o Planejamento tentar uma reunião com o secretário de Relações do Trabalho, Sérgio Mendonça, que estava fora de Brasília. O fórum vai continuar tentando uma reunião com Mendonça para essa semana.

Todos os esforços dos debates em torno da proposta apresentada pelo governo vão na direção de buscar um consenso capaz de dirimir os conflitos ainda existentes. Ainda que num contexto extremamente desfavorável, a expectativa é de que se encontre alcance um desfecho acordo para este processo de negociações. Os servidores seguem mobilizados e focados na discussão em torno desse cenário, promovendo as avaliações pertinentes a essa reta decisiva. Continue acompanhando. Todas as informações referentes a essa etapa e demais temas de interesse dos setores da base da Condsef seguem sendo divulgados aqui em nossa página.

Fonte: CONDSEF
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

App - Wagner Advogados