logo wagner advogados
Há mais de 30 anos defendendo exclusivamente os trabalhadores | OAB/RS 1419
Presente em 12 estados.

Candidato formado em área diferente da exigida em edital consegue tomar posse

Home / Informativos / Leis e Notícias /

17 de fevereiro, 2016 por Poliana Nunes

A Universidade Tecnológica Federal do Paraná deve empossar, no cargo de professor universitário na área de Química, um candidato graduado em Farmácia. Em decisão proferida no fim de janeiro, a 4ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) entendeu que, embora o edital do certame exigisse graduação em Química, ao possuir um dos outros requisitos – o doutorado em Química -, ele está apto a assumir a vaga.

No início do ano passado, o candidato impetrou um mandado de segurança na 5ª Vara Federal de Curitiba argumentando que a decisão da comissão permanente do concurso de não reconhecer a equivalência de seu diploma era irrazoável.

De acordo com a Universidade, o edital estabeleceu de forma expressa as condições para assumir o cargo, entre elas a graduação em Química e o doutorado em Química Orgânica. Depois de ter o pedido negado em primeira instância, o farmacêutico recorreu ao TRF4.

Para o desembargador federal Luís Alberto d'Azevedo Aurvalle, relator do caso, “o fato de a Universidade considerar Farmácia e Química áreas distintas (Farmácia é da área das ciências da saúde e Química é da área das ciências exatas e da terra) não é suficiente para impedir a pretensão, visto que a graduação em farmácia foi considerada suficiente para ingressar no doutorado em Química (então são áreas afins)”.

Fonte: JFPR
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

App - Wagner Advogados